Praia em férias II

A costa da zona centro tem estas coisas. Dias muito bonitos de sol e calor, ou uma invasão de ar marítimo, que baixa às temperaturas e afasta o sol. Mas ainda assim é uma ótima viagem a partir de Leiria, por entre uma natureza que se vai regenerando depois da tragédia do ano passado…por entre os pinheiros ainda queimados, há toda uma cor que vai nascendo do cinzento da terra e que, por entre verde, amarelo e lilás, nos deixa uma sensação de paz, na lição da terra que se regenera…depois, um café bem quente e um pequeno passeio junto ao mar, porque nestas manhãs mais fechadas existe sempre um encantamento especial, uma sensação de calma profunda, de se ter cruzado uma linha, uma dimensão…é algo que vulgarmente sinto nos meus passeios marítimos, mas que se intensifica profundamente nestes dias. Depois o regresso…certamente todo este cenário abrirá durante a hora de almoço, ou um pouco para lá dessa hora, mas com um calor que torna desconfortável a viagem, e mesmo qualquer tipo de passeio marítimo, pois sempre fui um pouco antagonista de temperaturas mais elevadas. Para já não falar na praia repleta de gente.

Muito provavelmente amanhã terei o mesmo cenário…e muito provavelmente a rotina será a mesma, tirando o facto de que tenho de comprar terra para o meu bonsai. É também um bom dia para partilhar alguns momentos de maior paz com um companheiro de folhas e raízes, sempre presente…

Crédito da imagem: Paulo Heleno

Tagged with: